Rodrigo Damasceno escapa da cassação

O Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE) absolveu, por quatro votos a um, no início da noite desta quarta-feira, 11, o prefeito Rodrigo Damasceno (Tarauacá) e seu vice, Chagas Batista, da acusação de compra de votos nas últimas eleições, em recurso impetrado pela coligação da ex-prefeita Marilete Vitorino.

Retirado de pauta no dia 20 do mês passado, o julgamento de Damasceno estava empatado, com dois votos a seu favor e dois contra. O voto de minerva (improvimento) foi prolatado pelo juiz federal  Naiber Pontes, que, na oportunidade havia pedido vista do processo. Após o voto vista, a juíza Alexandrina Araújo mudou seu entendimento, votando pelo não provimento do recurso.

A coligação autora do recurso deve entrar com embargos de declaração assim que o acórdão for publicado pelo TRE, caso seja verificado qualquer omissão, obscuridade ou contradição.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*