Segunda maior cidade, Cruzeiro do Sul comemora 117 anos nesta terça

Município teve o nome inspirado na Constelação “Cruzeiro do Sul”

Cruzeiro do Sul, o segundo maior município do Acre, completa 117 anos de emancipação política nesta terça-feira, dia 28 de setembro. Por causa da pandemia de covid-19, a Prefeitura decidiu evitar os eventos de grande público.

A programação de comemoração do aniversário começou na última semana com apresentações culturais e  eventos voltados para a economia, educação, lazer e turismo na cidade. Já nesta terça-feira haverá um show live às 19 horas, no horário local, em comemoração a data.

Mesmo não ocorrendo o tradicional Festival da Farinha este ano por causa da pandemia, para resguardar a população, a programação do aniversário da cidade contou com a escolha do rei e rainha do festival.

Além disso, o Tribunal de Justiça do Estado do Acre vai realizar uma edição Projeto Cidadão com casamento coletivo, na comunidade do Croa, no dia 29 de setembro. A programação se encerra no dia 30 de setembro com uma Sessão Itinerante da Assembleia Legislativa do Acre para homenagear a Igreja Católica pela contribuição que tem ao longo de décadas no desenvolvimento do Vale do Juruá.

História

A cidade acreana teve o nome inspirado na Constelação “Cruzeiro do Sul”, e teve sua fundação oficial em 28 de Setembro de 1904, quando a sede do Departamento do Alto Juruá foi transferida para o município. Cruzeiro do Sul situa-se às margens do rio Juruá e faz divisa com o estado do Amazonas; com os municípios acreanos de Porto Walter, Tarauacá, Mâncio Lima e Rodrigues Alves; e com o Peru.

Conhecida como a Terra dos Náuas, por causa da comunidade indígena Náua que ocupava a área antes da chegada dos brancos na região, Cruzeiro do Sul também é famosa por sua farinha de mandioca, que é patrimônio cultural do Acre.

Deixe uma resposta