Servidores federais se mobilizam para protesto

Mobilização cobra mais segurança nos serviços de fronteira

Servidores federais de quatro estados mobilizam um ato público para pressionar o governo federal a cumprir com a promessa de reforçar a segurança nos serviços em áreas de fronteira. A mobilização está prevista para amanhã (27). Servidores que atuam nas inspetorias, pontos alfandegados, nas delegacias e postos de em todo o País participarão dessa mobilização.

Em junho de 2011, a Presidência da República lançou o Plano Estratégico de Fronteira que tem por objetivo reforçar a segurança e promover ações coordenadas entre as Forças Armadas, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Receita Federal do Brasil (RFB) nas áreas de fronteira.

Além de estabelecer um cronograma de atividades conjuntas, entre outros pontos, o plano possibilitou a realização de grandes operações especiais que tem apresentado resultados importantes. No entanto, uma parte essencial do Plano Estratégico de Fronteira ainda não saiu do papel.

Quatro sindicatos de servidores federais – FENAPRF, Sindireceita, FENAPEF e Sindifisco Nacional – se mobilizam juntos para que sejam cumpridas as medidas que atenderiam diretamente os servidores que estão lotados nas unidades de fronteira e de difícil fixação e que são os grandes responsáveis por formar a linha de frente no combate aos crimes transfronteiriços, como: tráfico de armas, munições, drogas, produtos piratas e contrabandeados.

O grupo aguarda regulamentação da Indenização de Fronteira, criada pela Lei nº 12.855, após três meses após a sanção presidencial da Lei os servidores que lutam nas fronteiras do País seguem sem uma resposta concreta.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*