Setul pesquisa perfil de visitantes

 

A Secretaria de Turismo do Acre (Setul) realiza várias pesquisas para identificar o perfil dos visitantes e turistas em eventos promovidos nos municípios acrianos. As quatro primeiras consultas estão prontas e os dados foram colhidos durante o Brasileia Folia, o Arraial Cultural, a Cavalgada 2014 e a 66ª reunião anual da SBPC.

As pesquisas traçaram o perfil do turista e visitante sob os seguintes aspectos: sexo, faixa etária, estado civil, escolaridade e motivo da viagem. No Brasileia Folia, 105 pessoas foram entrevistadas, sendo 93% do público oriundo de Rio Branco. Os turistas disseram que a receptividade e a qualidade das apresentações são pontos positivos do evento. Os itens negativos são: falhas na segurança e excesso de público.

No Arraial Cultural, foram entrevistadas 89 pessoas. A maioria era formada por moradores de Rio Branco. O público tem idade média entre 18 e 30 anos.
Durante a Cavalgada, foram entrevistadas 100 pessoas. 78% do público veio de outros municípios e tem idade média entre 18 e 30 anos, normalmente é solteiro e com nível superior.

Na reunião da SBPC, a pesquisa teve o maior número de entrevistados. 190 pessoas participaram da consulta. Mais de 50% se hospedou em hotéis. Entre os pontos positivos, mais uma vez, a “receptividade” foi apontada. Entre os pontos negativos, os entrevistados citaram a insuficiência na rede hoteleira e o sistema de transporte.

Segundo a secretária da Setul, Rachel Moreira, os dados não podem ser relacionados entre um evento e outro, porque o público é diferenciado, a quantidade de entrevistados também muda e as festividades também têm suas particularidades.

No entanto, o resultado em cada festa vai ajudar tanto os promotores privados quanto públicos a traçar estratégias sobre como receber o público cada vez mais e melhor. “Com dados oficiais, podemos trabalhar as políticas públicas para o setor do Turismo de forma mais eficaz. As pesquisas também ajudam os municípios na gestão de seus eventos de forma a atrair mais pessoas e fazer com que os turistas sempre retornem”, comentou Moreira.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*