Sobral: crianças fazem caminhada pela paz

Crianças da Escola João Eduardo, na Baixada da Sobral foram às ruas na manhã desta sexta-feira para pedir paz. A caminhada incentivou a comunidade a denunciar todas as formas de violência.

Um chiclete com um número de telefone. Esse foi o principal artifício usado pela comunidade escolar para pedir colaboração contra a violência. O 181, número utilizado principalmente para denunciar o tráfico de drogas foi amplamente divulgado pelos alunos e professores da Escola João Eduardo, na Região da Baixada da Sobral, durante a caminhada pela paz.

A coordenadora de ensino, Maria de Fátima explica que a comunidade é atingida pela violência, que na maioria das vezes está ligada às drogas. Nas salas de aula, tanto mestres quanto alunos, sentem o reflexo. “Não é importante só saber ou identificar a violência, a gente precisa denunciá-la”, explica.

A Escola João Eduardo tem pouco mais de 280 alunos. A caminhada pela paz mobilizou apenas algumas turmas do 1º ao 5º ano, mas conseguiu transmitir a mensagem, pela inocência e verdade através do grito de cada criança.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*