Telefônicas ‘desaparecem’ da lista de denunciadas

Em 2013, no Acre, foram registradas 21.827 denúncias de consumidores ao Procon, contra os mais variados tipos de produtos ou serviços que não atenderam a expectativa de quem adquiriu. Segundo o órgão, em 81% dos casos, o problema foi resolvido após a intervenção da defesa do consumidor.

Em número de reclamações, as instituições financeiras ocupam o 1º lugar, com 38% das denúncias. Em seguida vem o fornecimento de energia elétrica, com 21% das denúncias. Em 3º lugar está o serviço e telefonia, com 18% das reclamações.

Ainda segundo o balanço divulgado nesta segunda-feira, 17, o número total de denúncias registrado no ano passado cresceu 8% em reação ao ano anterior. “ Isso é uma prova de que as pessoas estão cada vez mais buscando defender seus direitos”, explica Vanuza Messias, diretora Procon.

O órgão também divulgou a lista das 10 empresas e instituições mais reclamadas junto ao órgão em 2013. Bancos, revendas de eletroeletrônicos, estatais e órgãos públicos aparecem na lista. Apesar do serviço de telefonia ocupar o 3º lugar geral em número de reclamações, misteriosamente, nenhuma operadora do serviço foi citada na lista.

Em todo o país existe pressão por parte das operadoras de telefonia sobre os órgãos de defesa do consumidor para que elas não apareçam como as campeãs em número de reclamações. “Nos temos muitas reclamações voltadas para os aparelhos, mas não ao tipo de serviço voltado para as operadoras”, declara a diretora do Procon, Vanuza Messias.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*