TelexFree: audiência tratará de devolução de dinheiro a divulgadores

A Juíza da 2ª Vara Cível, Thais Borges, já encaminhou intimações a todas as partes envolvidas no processo da Ympactus LTDA, que tem o nome fantasia de TelexFree, convocando para a realização de uma audiência de conciliação no dia 14. A proposta não é discutir o desbloqueio das contas e das atividades, mas a devolução do dinheiro empregado pelos investidores.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça (TJ), além dos advogados da empresa e dos representantes do Ministério Público do Estado (MPE), foram chamados os divulgadores que se inscreveram no edital aberto pela magistrada. A quantidade de pessoas convocadas não foi revelada.

A ação civil pública movida pelo MPE aponta indícios de pirâmide financeira mascarada como marketing multinível (MMN) na atividade desenvolvida pela TelexFree que surgiu em 2012, oferecendo o serviço Voip (telefone pela internet). A promessa é de lucros na publicidade e na venda de pacotes a outras pessoas.

Na tentativa de desbloquear as atividades da empresa, os advogados de defesa apresentaram dezena de recursos, sendo todos negados pelo TJ, STJ e STF.

Segundo os representantes do MPE, o congelamento das contas e das atividades serve para garantir recursos caso a Justiça decida de forma favorável pelo fechamento da empresa, com isso os divulgadores teriam o direito de receber o dinheiro de volta.

Com a paralisação das atividades, a empresa tentou pedir na Justiça a recuperação judicial, o que foi negado.

No Acre, cerca de 70 mil pessoas participem como divulgadores da TelexFree.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*