Todos os resultados sugestivos da variante delta no Acre foram encontrados em Rio Branco

Amostras de outros municípios também foram encaminhadas aos laboratórios de referência

Quando tudo parecia estar ficando menos grave e sobe controle em relação à covid-19, surge uma nova cepa, a variante Delta se mostra bem resistente e com um grau de transmissão mais agressivo que o da versão clássica da doença.

Os municípios acreanos estão atentos a essa movimentação, e desde que foi confirmado o primeiro caso suspeito da variante Delta, as secretarias querem saber se dentro do grupo testado também existiam amostras coletadas no interior do estado.

Em nota, o Governo do Acre esclareceu que, pelo menos por enquanto, nenhum caso suspeito foi identificado fora de Rio Branco e que sim, amostras de outros municípios também foram encaminhadas aos laboratórios de referência para análise. Em Rio Branco foram 39 amostras analisadas; 15 em Xapuri; 10 em Brasiléia; em Sena Madureira foram duas amostras; Capixaba, Feijó e Porto Acre uma cada.

O documento esclarece, ainda, que não são todas as amostras elegíveis para o exame e que há critérios epidemiológicos e técnicos a serem levados em consideração. Para concluir, a nota informa que quando a amostra se enquadra nesses critérios, seja de uma coleta feita em Rio Branco ou no interior do estado, ela é encaminhada para análise fora do estado.

Deixe uma resposta