thumb andersosilva

UFC: cirurgia de ‘Spider’ foi bem sucedida

Para quem não imaginava um fim mais chocante do que no primeiro encontro entre Anderson Silva e Chris Weidman ficou a sensação de que no MMA sempre é possível se surpreender. Na madrugada de ontem, o norte-americano manteve o cinturão dos médios de forma inacreditável. Ao tentar chutar a parte interna da perna de Weidman, Anderson quebrou a perna e protagonizou uma das cenas mais impactantes da história do UFC.

A fratura ocorreu no segundo round do UFC 168, em Las Vegas, nos Estados Unidos. O atleta foi levado às pressas ao Hospital UMC. Testemunhas disseram que Anderson gritava muito ao entrar na ambulância.

O combate

No primeiro round do UFC 168, o Aranha até começou bem ao acertar uma joelhada no oponente. Contudo, o atual campeão dos médios do UFC conseguiu pôr o brasileiro no chão e castigá-lo até o fim do assalto inicial.

O segundo round começou mais equilibrado, mas não durou muito. Ao erguer a perna para se defender do chute de Anderson, Weidman acabou lesionando o brasileiro. A fratura foi visível e chocou os espectadores. “Treinei esse tipo de defesa porque sabia que Anderson iria chutar ali. Infelizmente, aconteceu isso”, revelou.

Dana White, presidente do UFC, também lamentou a forma como a luta se encerrou. “Espero que ele se recupere e volte a lutar antes de se aposentar. Seria lamentável ver o último combate da carreira dele ter esse desfecho”, ressaltou White, ainda cabisbaixo após a luta.

Cirurgia

A operação para a colocação de uma haste intramedular na tíbia esquerda de Anderson foi bem-sucedida. A previsão é que a recuperação dure seis meses.

UFC: cirurgia de ‘Spider’ foi bem sucedida

Para quem não imaginava um fim mais chocante do que no primeiro encontro entre Anderson Silva e Chris Weidman ficou a sensação de que no MMA sempre é possível se surpreender. Na madrugada de ontem, o norte-americano manteve o cinturão dos médios de forma inacreditável. Ao tentar chutar a parte interna da perna de Weidman, Anderson quebrou a perna e protagonizou uma das cenas mais impactantes da história do UFC.

Foto: Reuters

A fratura ocorreu no segundo round do UFC 168, em Las Vegas, nos Estados Unidos. O atleta foi levado às pressas ao Hospital UMC. Testemunhas disseram que Anderson gritava muito ao entrar na ambulância.

O combate

No primeiro round do UFC 168, o Aranha até começou bem ao acertar uma joelhada no oponente. Contudo, o atual campeão dos médios do UFC conseguiu pôr o brasileiro no chão e castigá-lo até o fim do assalto inicial.

O segundo round começou mais equilibrado, mas não durou muito. Ao erguer a perna para se defender do chute de Anderson, Weidman acabou lesionando o brasileiro. A fratura foi visível e chocou os espectadores. “Treinei esse tipo de defesa porque sabia que Anderson iria chutar ali. Infelizmente, aconteceu isso”, revelou.

Dana White, presidente do UFC, também lamentou a forma como a luta se encerrou. “Espero que ele se recupere e volte a lutar antes de se aposentar. Seria lamentável ver o último combate da carreira dele ter esse desfecho”, ressaltou White, ainda cabisbaixo após a luta.

Cirurgia

A operação para a colocação de uma haste intramedular na tíbia esquerda de Anderson foi bem-sucedida. A previsão é que a recuperação dure seis meses.

Deixe uma resposta