thumb zecaixao

Zé do Caixão: apesar da fama, ator não gosta de cemitério

Cemitério. Um lugar tranqüilo para alguns e assustador para outros. Foi neste cenário que a reportagem de Agazeta.net conversou com uma das figuras mais curiosas e misteriosas do Brasil: José Mojica Marins.

Apesar da fama, o Mojica(como prefere ser chamado) não gosta muito de cemitério. Afirmou não ter medo do além e sim das pessoas vivas.  Em 2013, ele completa nada mais, nada menos, que 60 anos de carreira. Meio século só do personagem lendário Zé do Caixão. A cartola, a capa preta e as unhas grandes o fizeram conhecido mundialmente.

O homem de 77 anos de idade já atuou em mais de 30 filmes. Mojica esclareceu que não dorme em caixão e hoje, o relacionamento com as crianças é menos assustador, situação inversa ao de alguns anos atrás.

Esta é a segunda vez que Zé do Caixão vem ao Acre. O cineasta e ator vai ser homenageado pelo Festival Pachamama na próxima quinta-feira, 21. O evento ocorre no Cine Teatro Recreio e é aberto ao público. A meia-noite, o filme “A meia-noite levarei a sua alma” vai ser exibido.

A entrevista exclusiva de Zé do Caixão à noite e dentro do cemitério São João Batista vai ao ar hoje, às 20h30, no ‘Gazeta em Manchete’, da TV Gazeta.

Deixe uma resposta