Domingo, 28 de Fevereiro de 2021

“Minha gestão não é um balcão de negócios”

Prefeito de Rio Branco fala sobre escolha de secretários

Em conversa com o jornalista Itaan Arruda durante o programa Gazeta Entrevista o prefeito Bocalom falou sobre a sua escolha para alguns dos seus secretários nesta segunda-feira (4).

Bocalom defendeu que suas escolhas são para uma equipe que gere resultados. A respeito de Frank Lima como secretário municipal de saúde o prefeito disse que ele é mais que especializado “Frank sempre foi da área da saúde e mais ele trabalhou com sindicato fazendo defesa dos trabalhadores, ele pode transitar entre as areas e é isso que precisamos agora” declarou.

Quanto a Valmir Alexandre que é parente do ex-prefeito Marcus Alexandre, Bocalom disse que ele não tem culpa de ser parente do mesmo, “ele é de minha confiança, é engenheiro civil e é competente na area”. Valmir assume a Secretária de Infraestrutura do Município.

A respeito de indicação de políticos ou partidos, Bocalom foi conciso “minha gestão não é um balcão de negócios, chamo as pessoas independente de indicação, porque no momento em que eu aceitar alguém por indicação e essa pessoa não trabalhar do jeito correto ela pode pensar que está assegurada por algum padrinho e isso é algo que não vai existir".

O prefeito disso ainda que tem alguns conceitos diferentes do presidente da república “não acho certo fazer guerra com a imprensa” declarou.

Amac

A respeito da Associação dos Muncípios do Acre (Amac) Bocalom disse que atualmente a Prefeitura de Rio Branco apenas repassa dinheiro para instituição e que não há projetos “A Amac precisa realizar projetos porque eu não gosto de gastar dinheiro sem ver resultados”.

Transporte Coletivo

Desde a campanha Bocalom diz que irá abrir a “caixa preta” do transporte coletivo, o prefeito já colocou uma pessoa efetiva da casa na RBtrans que está junto com o sindicado montando um planejamento para abrir essa caixa e garantiu o transporte coletivo irá mudar “daqui uns 60 ou 90 dias o transporte coletivo vai ser diferente do que vemos agora, vamos conversar com as empresas, ou elas arrumam os serviços ou vão embora, não tem R$ 2,4 milhões a ser repassado” declarou o prefeito.

Segundo Bocalom irá demorar cerca de 90 dias para ter a equipe completa, pois ele espera resultados.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre



Fique Conectado