Sexta-Feira, 23 de Abril de 2021

Acre passa por lentidão no processo de imunização

MPAC pede que Ministério da Saúde organize melhor a distribuição

Das 51 mil doses da vacina contra o novo coronavírus que chegaram ao Acre, apenas 19 mil, o equivalente a 35% dos imunizantes, foram fornecidas ao estado. Desse total, 26 mil foram destinadas a população indígena, enquanto 25 mil foram para a população geral, respeitando a ordem prioritária.

O que vem fazendo os números da vacinação permanecer tão baixos no estado do Acre é a recusa por parte dos povos indígenas de serem imunizados. E as doses destinadas a esse grupo não podem ser enviadas para a população geral.

Segundo o promotor do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Glaucio Oshiro, outro agravante para a lentidão no processo de imunização da população, está na falta de clareza do Ministério da Saúde quanto aos grupos prioritários e o recebimento das doses, contribuindo para um cenário de desorganização, impedindo que os municípios possam se preparar melhor.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre



Fique Conectado