Aulas presenciais da medicina da Ufac são suspensas após casos de covid-19

Coordenação do curso afirmou que pelo menos 19 anos contraíram a doença

Uma festa que gerou prejuízos. Na semana passada, os acadêmicos do curso de medicina da Universidade Federal do Acre (Ufac) participaram de uma festa em Rio Branco que acabou desencadeando entre eles um surto da covid-19.

Esse fato foi descoberto logo depois que os alunos começaram a sentir os primeiros sintomas da doença, com as aulas presenciais funcionando.

A coordenação do curso se pronunciou sobre o caso através de uma nota assinada pela professora Fátima Fagundes, que também é a coordenadora. “Tratou-se de evento não oficial, organizado pelos próprios alunos. Foram identificados 19 casos entre os alunos, nenhum caso grave e não há, até esse momento […] As atividades presenciais foram interrompidas por uma semana, até que finalizemos a testagem de todo o curso”.

A coordenação do curso também garantiu que todos os acadêmicos e o corpo docente já estão vacinados com as duas doses contra o coronavírus. Nenhum professor testou positivo para a doença e nenhum aluno infectado precisou ser internado.

Essa situação também está sendo investigada pela vigilância epidemiológica do município. Foram disponibilizadas cinco Unidades de Saúde para fazer a testagem nos professores e alunos que estão com casos suspeitos. O número exato ainda não foi divulgado.

Informações do repórter Jardel Angelim para a TV Gazeta

Deixe uma resposta