Em Rio Branco, 35% da população ainda não completou esquema vacinal contra covid-19

Além disso, 10% dos rio-branquenses não tomou nem a primeira dose de um imunizante

Por Luanna Lins, para agazeta.net

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), 214 mil pessoas acima de 12 anos já completaram seus esquemas vacinais, ou seja, tomaram a primeira e a segunda dose, ou dose única, de algum imunizante contra a covid-19. Isso representa 65% da população rio-branquense.

Ao todo, 298 mil pessoas acima de 12 anos tomaram apenas a primeira dose de um imunizante contra a covid-19, representando 90% da população de Rio Branco. Os 10% restantes representam 31 mil pessoas aptas, acima de 12 anos, que ainda não compareceram para tomar nem a primeira dose.

Antes de ser anunciada a aplicação da dose de reforço em maiores de 18 anos, 45 mil pessoas estavam aptas a tomar a terceira dose em Rio Branco, entre eles, profissionais de saúde, idosos e imunossuprimidos, porém, apenas 7 mil compareceram, o que representa 15% da população.

Acre inicia aplicação da dose de reforço em adultos

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), recebeu nesta quarta-feira, 17 de novembro, o informe técnico contendo as orientações necessárias para o início da aplicação da dose de reforço contra a covid-19 ao público maior de 18 anos.

O Ministério da Saúde optou por iniciar a administração das doses a partir deste dia 17. A vacina a ser utilizada deverá ser da plataforma de RNA mensageiro (Pfizer/Wyeth) ou vacina de vetor viral (Janssen ou AstraZeneca), podendo ser aplicada 5 meses após a última dose do esquema vacinal primário.

Além disso, no último dia 14, o governador do Acre, Gladson Cameli (Progressistas), anunciou que no dia 12 deste mês a Pfizer enviou à Anvisa um pedido de autorização de vacinação em crianças entre 5 e 11 anos contra covid-19, e que a autorização pode levar até 30 dias em todo o Brasil.

Deixe uma resposta