Prazo para pedir reaplicação do Enem termina nesta sexta-feira

Podem solicitar a reaplicação da prova os participantes que faltaram por problemas logísticos ou por estarem com sintomas de doença infectocontagiosa

Estudantes que não puderam comparecer aos locais de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 nos dias 13 e 20 de novembro por problemas logísticos ou sintomas de doenças infectocontagiosas, como a Covid-19, têm até às 23h59 (horário de Brasília) desta sexta-feira (25) para solicitar a reaplicação da prova. O pedido deve ser feito pela Página do Participante na internet.

As provas serão reaplicadas nos dias 10 e 11 de janeiro de 2023. Nessas datas, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) também aplicará o exame para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL) 2022.

O Inep ressalta que quem compareceu em algum dos domingos de Enem deve solicitar a reaplicação somente do dia em que faltou.

Entre os motivos para solicitar a reaplicação da prova, prevista no edital do Enem, estão o comprometimento da infraestrutura do local ou falta de energia elétrica. Nos casos em que ocorreram erros de execução em procedimento de aplicação, o estudante também tem direito à reaplicação do teste. Já as situações de sintomas de doenças infectocontagiosas incluem Covid-19, tuberculose, coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola e varicela.

Para casos de doenças infectocontagiosas, os pedidos devem ser acompanhados por documentos comprobatórios, que serão analisados pelo Inep individualmente. Já em relação a problemas logísticos, o Instituto avaliará as solicitações, de acordo com as possíveis intercorrências registradas. A aprovação do pedido garante a reaplicação do exame.

O Enem seleciona estudantes para vagas de ensino superior em instituições públicas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (Prouni). O exame também serve de parâmetro para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os resultados também podem ser usados para ingressar em instituições de ensino portuguesas que têm convênio com o Inep.

Cerca de 2,5 milhões de estudantes participaram de pelo menos um dia de prova nas modalidades impressa ou digital nesta edição do Enem.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*