Acreanos presos por participarem de atos antidemocráticos aguardam decisão do STF para serem liberados

Grupo foi conduzido para Superintendência da Polícia Federal após policiais desocuparem acampamento

Os nove acreanos presos em Rio Branco por estarem em acampamento bolsonarista montado em frente ao 4° Batalhão de Infantaria de Selva (4º Bis), que foi desocupado na segunda-feira (9), ainda aguardam decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) para serem liberados.

Eles foram conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal no Acre após os policiais realizarem a desocupação do acampamento, que estava na frente do 4º Bis há quase três meses. Os acreanos detidos apresentaram resistência para serem encaminhados a delegacia.

A operação no Acre, com o apoio da Força Nacional, foi em cumprimento a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a desocupação de acampamentos de manifestantes bolsonaristas em frente a quartéis em todo o país.

Informações de Marcio Souza para TV Gazeta

01 Comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*