Acusado de matar o empresário “Jorge das Flores” é condenado a 20 anos de prisão

O suspeito de ser o mandante do crime, Igor Cavalcante de Souza, foi absolvido

O réu Juliano Salvador Leitão, de 27 anos, foi condenado a 20 anos de reclusão e dez dias multa, em regime inicial fechado, por ter matado o empresário Jorge de Souza Batista, mais conhecido como “Jorge das Flores”, no dia 05 de fevereiro desse ano.

A sentença saiu na última quarta-feira (21) por meio da Vara de Delitos de Roubo e Extorsão. Além da condenação do réu, o suspeito de ser o mandante do crime, Igor Cavalcante de Souza, foi absolvido. Ele havia sido preso no dia 16 de fevereiro no município de Acrelândia, pela Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões (Decore).

Relembre o caso

Dois homens chegaram em uma motocicleta, e um deles entrou na loja “Jorge das Flores”, localizada na rua Alvorada, no bairro bosque, em Rio Branco, na tarde do dia 5 de fevereiro, por volta do horário das 13h30, e efetuaram disparos contra o dono da empresa, Jorge de Souza Batista, de 65 anos.

Segundo informações obtidas pela TV Gazeta, os dois homens estavam em uma motocicleta, enquanto o outro suspeito aguardava do lado de fora da empresa. Um deles seguiu direto para o depósito de flores, onde estava a vítima, e efetuou dois disparos que acertou o peito do empresário.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*