251117-policia-advogado-cedida

Advogado que fazia apologia ao crime é preso

Elivaldo usava redes sociais para promover facção

Polícia Civil prendeu o advogado Manoel Elivaldo Batista Junior. Ele fazia apologia ao crime em redes sociais ao se intitular integrante de uma facção criminosa exibindo arma. A polícia abriu inquérito, constatou o crime e solicitou à Justiça a prisão preventiva.

A Ordem dos Advogados do Brasil seccional do Acre suspendeu o registro da ordem preso após “manifestação de conduta incompatível” com o exercício da profissão.

“Advogado que deliberadamente grava e divulga mídia proclamando “sou bandido mesmo”, vinculando a odiosa expressão ao sagrado direito da advocacia deve responder por sua malsinada conduta e, para tanto o Tribunal de Ética e Disciplina in continenti instaurou o devido Procedimento Administrativo Disciplinar para que, respeitado o direito de defesa do profissional, responda por seus atos em processo adequado de julgamento”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*