241017-policia-postosemenergia-tvgazeta

Bandidos levam fiação elétrica de posto de saúde

Empresa de vigilância arca com prejuízos

Na entrada da Unidade de Referência em Atenção Primária- URAP Cláudia Vitorino o aviso “Estamos sem energia” expõe como a comunidade está vulnerável à violência. Isso porque criminosos invadiram a unidade de saúde que fica na entrada do bairro Taquari e levaram toda a fiação elétrica do local.

Dona de casa, Lina Cunha Carvalho foi um entre os muitos pacientes que foram à unidade em busca de atendimento, mas encontrou as portas do local fechadas.

Com diabetes, e precisando da medicação que controla a doença, Lina teve que voltar pra casa de mãos vazias. “Minha situação agora é só de pedir a Deus, que ele me dê fortaleza e que amanhã amanheça aberto, porque, desde domingo, estou sem tomar minha medicação. Eu vim hoje para fazer o cadastro para receber o material, a injeção, aparelho, agulhas, e não vou levando nada, estou voltando do mesmo jeito que cheguei”.

Por dia, a Urap do Taquari atende pelo menos 200 pessoas, que terão que voltar ao local amanhã. Os moradores relatam que na unidade já foram roubados panelas, o cobre do ar-condicionado, material de limpeza, alimentos e até o bebedouro.

Mas, segundo o secretário de Saúde de Rio Branco, Oteniel Almeida, medidas foram tomadas. “Já tomamos uma providência. Já é uma rotina. A prefeitura tem um plano de contingência para atuar junto a Polícia Militar e Polícia Civil para identificar casos de depredações de patrimônio público”.

Por contrato, a empresa responsável pela vigilância eletrônica deve arcar com o que foi roubado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*