030118-policia-caofarejador-cleristonamorim

Cão farejador ajuda Bope em apreensões no Esperança

Armamentos e munições foram detectados pelo animal

Homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope), com auxílio de um cão farejador, apreenderam armamento e munições no Conjunto Esperança. Durante a ação policial, duas pessoas foram presas e encaminhadas para Delegacia de Flagrantes (Defla).

A equipe policial recebeu uma denúncia anônima de que uma residência do conjunto estava sendo utilizada para a comercialização de entorpecentes. Os militares se deslocaram ao endereço repassado, em que, com auxílio de um cão farejador, foi localizado nos fundos do imóvel uma carabina e um carregador com 29 munições.

Os militares ainda realizaram buscas no interior da residência, onde foram encontrados produtos utilizados para o embalo de substância entorpecente, além de uma câmera, que monitorava as adjacências da casa.

Cão farejador tem “papel fundamental” no Batalhão de Operações Especiais

Para o major Assis Santos, comandante do Bope, o cão farejador desempenha um papel fundamental na atividade policial, principalmente no combate ao tráfico de narcóticos e armas. “A utilização do cão como ferramenta de trabalho policial está configurada como essencial para o trabalho realizado no batalhão”, disse o oficial.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*