240519-forum-criminal-rbo

Casal é condenado por decapitação de mulher

Foram cerca de 14 horas de júri popular até a sentença

Déborah Freitas Bessa, de 19 anos, foi brutalmente assassinada em janeiro de 2018, no bairro Caladinho, em Rio Branco. Uma organização criminosa decapitou a jovem, filmou e divulgou nas redes sociais na época.

Às 8 horas desta quinta-feira (23), a 1Vara do Tribunal do Júri realizou o júri popular dos suspeitos do crime, André de Souza Martins e Luciele Souza do Nascimento, que só terminou às 22 horas. 

Os jurados decidiram por 42 anos e três meses de reclusão, mais 20 dias-multas no valor de um trigésimo de salário mínimo para André Martins, e 20 anos e quatro meses de reclusão, mais 20 dias-multas no valor de um trigésimo de salário mínimo para Luciele Nascimento.

Os morenores envolvidos no caso estão cumprindo medidas socioeducativas. Os maiores de idade foram condenados por homicídio qualificado, ocultação de cadáver, corrupção de menores e integrar organização criminosa.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*