Corpo de mulher é encontrado carbonizado na Vila do V

Família afirma que vítima estava sendo ameaçada por uma mulher

Francinete Silva saiu de Rio Branco, do bairro Apolônio Sales, na terça-feira (24), em sua motocicleta com destino à Vila do V, em Porto Acre, para atender uma cliente – ela era cabeleireira – e desde então não retornou para casa.

Os familiares registaram um Boletim de Ocorrência e realizaram uma campanha nas redes sociais para tentar localizar Francinete. Na manhã desta quinta-feira (26), o corpo foi encontrado carbonizado na ponte do Riozinho do Andirá, na região da Vila do V.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), em Rio Branco, onde a família só conseguiu reconhecer por causa de uma tatuagem em um dos braços com o nome de Francinete.

A família afirmou que ela estava sendo ameaçada por uma mulher que queria a motocicleta. Uma prima de Francienete disse que a vítima deixou um áudio onde falava que se aparecesse morta a família deveria procurar essa pessoa que supostamente a ameaçava.

A Polícia Civil vai investigar o caso para tentar descobrir a autoria e a motivação do crime.

Deixe uma resposta