Detento é encontrado morto dentro de cela em Rio Branco

Iapen investiga para um possível suicídio, no momento aguarda a divulgação do laudo da perícia técnica

O Governo do Estado do Acre, por meio do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), vem a público informar que foi registrado na tarde deste sábado, 15, o óbito de Geison Antônio Freitas da Silva, 33 anos, na Ala de Saúde Mental do Complexo Penitenciário de Rio Branco.

Geison era inimputável e cumpria medida de segurança em uma cela com outro inimputável, que afirmou ter acordado e encontrado Geison pendurado em uma corda artesanal produzida com lençol.

O companheiro de cela de Geison também afirmou que cortou a corda e tentou reanimá-lo, enquanto chamava os policiais penais da Ala.

Ao verificar a situação, os policiais de serviço na Ala acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas ao chegar ao local foi possível apenas atestar o óbito. Diante do ocorrido, o Instituto Médico Legal,também foi acionado para a realização da perícia técnica e procedimentos de costume.

Quanto à causa da morte, o Iapen aguarda a divulgação do laudo da perícia técnica que informará as reais circunstâncias da ocorrência do óbito.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*