180517-policia-presidiomanoelnerisilveira-juruaonline

Disputa entre facções pode ter provocado rebelião

Bope foi chamado para controlar situação

Uma disputa entre facções possivelmente foi a causa da rebelião ocorrido na noite desta terça-feira (6) no Presídio Manoel Nery. A “bateção de grade” começou por volta das 8 horas da noite e durou aproximadamente 5 horas para que a situação fosse controlada pelos policiais do Bope. O problema aconteceu nos pavilhões D e E, completamente destruídos.

Os 70 presos envolvidos terão que ser acomodados em outros pavilhões porque os pavilhões onde ocorreu a rebelião não têm mais condições de serem ocupados. a situação foi tensa em Cruzeiro. O Corpo de Bombeiros foi acionado também por precaução.

“Não houve mortes durante o princípio de motim”, assegurou a assessoria do Instituto de Administração Penitenciária, que evita usar o termo “rebelião”.  Os envolvidos na confusão foram levados para a Central de Flagrantes.

NOTA DO IAPEN

O Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen), por meio da direção da unidade prisional Manoel Neri da Silva, em Cruzeiro do Sul, esclarece os fatos ocorrido na noite de terça-feira, 06, onde reclusos tentaram um movimento de hostilidade, que rapidamente foi controlado pelos agentes penitenciários juntamente com a Polícia Militar. Os acusados de estimularem o princípio de motim foram identificados e encaminhados à delegacia-geral de Cruzeiro do Sul para as providencia cabíveis.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*