160517-policia-renascidodascinzas-cedida

“Eu nasci de novo”, diz jovem que escapou de acidente

Entregador quase foi atingido por carro desgovernado

Jovem de 19 anos escapa por pouco de acidente. O caso aconteceu na rotatória do shopping. Um carro desgovernado passou em cima de canteiros, em alta velocidade e bateu em uma parede ao lado do rapaz. Ele nasceu de novo.

Jonas Oliveira havia acabado de chegar de uma entrega. Ele deixava a mochila com a máquina de cartão de crédito através das grades da distribuidora quando de repente. Um carro se choca à parede do estabelecimento comercial, a poucos centímetros dele.

As imagens do circuito de segurança mostram o entregador assustado após o impacto. Ele anda em meio aos destroços do acidente. As cenas são impressionantes e mostram o momento em que o carro, desgovernado, cruza no meio do gramado da rotatória e bate em outro veículo, antes de parar na distribuidora.

Jonas afirma que nasceu de novo e que o acidente foi um livramento divino. “Antes de ver a imagem eu achei uma coisa normal porque eu olhei e perante o desastre falei, eu tô vivo, normal. Fiquei nervoso. Uma amiga deu um copo com água, eu melhorei. Mas, depois, fui analisar as imagens, e vi que a coisa foi séria. Então, eu digo que eu nasci de novo. Eu agradeço a Deus, porque só ele mesmo pra ter me livrado do fato que aconteceu”, afirma.

O condutor do veículo que causou o acidente não quis gravar entrevista, mas afirmou à nossa reportagem que faltou freio quando o carro estava há uns 200 metros daqui, próximo ao shopping. Ele veio então desgovernado passou pelos canteiros.

Depois de bater violentamente em outro carro, que passava em frente à distribuidora, o motorista de 21 anos, que alega ter esquecido de acionar o freio de mão, bateu em uma coluna da distribuidora. Só parou ao se chocar com a parede. Bem ao lado de Jonas.

O jovem que trabalha há 5 meses como entregador, percorrendo as ruas de moto, nunca imaginou que, parado, corria risco de acidente. “A sensação é de alívio porque é inexplicável isso”, disse.

A condutora do outro carro que se envolveu no acidente foi a única que se machucou. Segundo o motorista, que quase bateu em Jonas, eles foram levados para a mesma unidade de saúde, e não foi constatado nada grave.

O rapaz afirma que dirigia no máximo, a 70 Km/h. Segundo resultado do teste do bafômetro, ele não estava alcoolizado.

“Em meio à circunstância é sempre Deus em primeiro lugar. Independente das pessoas acreditarem ou não, eu sei que ele existe. Ele me deu uma grande oportunidade naquele dia”, conclui Jonas.

{youtube}3DIegTWRwj8&feature=youtu.be{/youtube}}

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*