30-09-travestimorresoterrada

Fundadora da Ahac morre em desabamento

Raíssa Rios foi soterrada pela laje da própria residência

A Travesti Raíssa Rios, 37 anos,  importante figura das causas LFBT’s, fundadora da Associação dos Homossexuais do Acre (Ahac), morreu na manhã desta terça-feria, 30, esmagada por uma laje, em Rio Branco.

Segundo informações de testemunhas, o acidente aconteceu na casa de Raíssa, que fica na travessa Nacional, bairro Comara. A laje da casa onde a travesti morava desabou em cima dela.

Foram necessários vários homens do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e moradores para retirar o entulho que ficou sobre a vítima, que não resistiu e morreu no local. Segundo o Corpo de Bombeiros, a laje pesa aproximadamente uma tonelada e meia.

A casa onde aconteceu o acidente foi interditada e segundo o tenente Coronel George, da Defesa Civil, vai ser feita uma pericia na residência e a construção poderá ser demolida, “já que pode se observar várias rachaduras no imóvel o que poderia levar a outro acidente”, disse o tenente.

Deixe uma resposta