Família é feita refém por mais de cinco horas em Porto Velho

Suspeitos exigiram a presença da imprensa, de um advogado e da esposa

Em Porto Velho um grupo de três homens mantiveram um casal e uma criança reféns por mais de cinco horas nesta quarta-feira (21). Por volta de 2 horas da madrugada três homens invadiram uma casa no bairro Cristal da Calama, zona leste da cidade e anunciaram um assalto, os homens exigiam a chave de uma caminhonete modelo Ranger de cor branca. Um dos suspeitos saiu com a caminhonete para a cidade de Guarajá Mirim, fronteira com a Bolívia, os outros dois ficaram com a família refém.

A Polícia Militar fez um cerco do local e tentou uma negociação. O casal estava sob a mira de duas armas de fogo, uma .40 e um revólver calibre 38. Na negociação os suspeitos liberaram o filho do casal, uma criança de dois anos de idade e permaneceram fazendo o casal de refém.

Os suspeitos exigiram a presença da imprensa, advogados e também a presença da esposa de um deles. Após uma equipe da TV Record chegar ao local, um apelo foi feito pelo irmão de uma das vítimas que estava acompanhando a ação da polícia pela televisão e um dos reféns foi liberado.

Após a chegada do advogado a negociação chegou ao fim depois de cinco horas. Os suspeitos liberaram a última vítima e se entregaram. Os dois homens foram levados a Central de Flagrantes de Porto Velho, de acordo com a polícia, ambos já possuíam passagem no sistema prisional. O terceiro suspeito, que fugiu com a caminhonete, está em Guarajá Mirim, sob guarda da Polícia Rodoviária Federal.

Deixe uma resposta