291216-policia-furtopneu-cedida

Furtos no Manoel Julião: moda é levar pneus

Esta cena é cada vez mais comum no bairro

Moradores do Conjunto Manoel Julião estão assombrados com onda de furtos a veículos. Os criminosos atacam a noite e levam rodas, pneus, quando não quebram vidros para roubar objetos.

A proprietária do veículo que pede pra não ser identificada explica que por volta das 2 da madrugada uma vizinha ouviu barulho estranho do lado de fora do prédio, mas não deu atenção.

Quando ela saiu de casa, encontrou o veículo depenado. “Os vizinhos disseram que o carro tinha sido roubado, de imediato pensei que tinha sido vidros, coisa mais simples, aí quando a gente desceu constatou que foram rodas, pneus e tudo e o carro estava praticamente no chão”.

As fotos mostram o resultado do furto noturno. Em baixo do carro só restou o macaco que foi usado pra retirar os pneus e as rodas. Também restou o prejuízo de R$ 5 mil.

A vítima mora no bloco E do Conjunto Manoel Julião. Segundo moradores, a região registra uma série de furtos a veículos. “Em 2016 aproximadamente uns 40 veículos já foram roubados aqui”, afirma um morador que também pediu para preservar a identidade.

“A gente fica com sentimento de abandono praticamente por que a gente não sabe a quem recorrer. A gente vai à delegacia e sente que não vai ser feito nada. Se sente abandonado”, desabafa a vítima.

As poucas vagas de garagens foram construídas por moradores mais antigos. Quem aluga apartamentos no condomínio, na maioria dos casos não tem onde deixar o veículo.

Garagens abandonadas nas proximidades preocupam os moradores do Conjunto. Elas estão servindo de abrigo a usuários de drogas que também consomem entorpecente na praça ao lado dos prédios.

O local é conhecido como praça das bruxas, de tão escuro e perigoso que é a noite. Aos fundos fica um prédio da Polícia Civil e do outro lado, uma escola pública.
Os moradores afirmam que já buscaram ajuda, mas por enquanto estão no aguardo das soluções para os problemas que envolvem a segurança da comunidade.

“Segundo o nosso síndico do condomínio, o Michel, ele já tentou fazer denúncias nos órgãos competentes e nada é feito. Eu peço ao seu Marcos Alexandre que ele possa mandar uma equipe aqui pra ver, um trator pra derrubar as garagens inativas, que só servem pra ficar usuários de drogas, e que possa resolver a nossa situação aqui no Manoel Julião”, reivindica outro morador.

Coincidentemente, enquanto registrávamos imagens no local, uma equipe de empresa não identificada fazia a instalação de postes e lâmpadas na praça. No mesmo dia, o local também foi contemplado por limpeza do mato.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*