131216-polícia-casofalsosequestro

Golpe do falso sequestro faz mais uma vítima

Secretário Adjunto da Polícia Civil fala sobre o caso

O golpe do falso sequestro continua fazendo vítimas. Dessa vez, a vítima foi a pastora Cleumara de Souza, de 59 anos. Na tarde de ontem (12) ela recebeu uma ligação de um homem que dizia estar com sua filha. Na verdade tudo não passava de uma extorsão para que a mulher depositasse dinheiro na conta de pessoas desconhecidas.

Ao acreditar no fato e desesperada, ela começou a realizar os depósitos, no total foram R$6 mil. Como Cleumara ficou muito tempo sem dar notícia, o marido da vítima, o professor Enock Pessoa, ligou para a polícia e cinco horas depois ela foi localizada em um hotel de Rio Branco.

“O individuo que perpetrou a extorsão é um individuo manipulador, conseguiu manipulara vítima. Ela conseguiu se sentir amedrontada e daí ela passou a obedecer alguns comandos o que trouxe um certo inconveniente, inclusive financeiro. Ela foi encontrada ainda em estado de choque em razão da sugestão e não de uma ação física concreta.” Disse o secretário Adjunto de Polícia Civil, Josemar Portes.

Casos como esse ainda ocorrem, segundo a polícia, por falta de informação das pessoas. O fato está sendo investigado e agora, a ideia, é identificar os proprietários dessas contas bancárias, mas a polícia admite que é difícil chegar até os criminosos.

“Geralmente identificamos, mas geralmente identificamos em nomes de laranjas, as contas bancarias são fictícias, às vezes conseguimos recuperar algum dinheiro, mas chegar a autoria real material é muito difícil, porque obviamente a pessoa que está ligando de dentro do presídio o telefone não está no nome dele.” Explicou Portes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*