Homem apresenta diploma falso de medicina para tentar registro no CRM-AC

O caso foi denunciado nessa segunda-feira (29) à Polícia Federal

Em menos de uma semana, o Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) registrou mais uma tentativa de fraude para obtenção de registro profissional no Estado. O caso foi denunciado nessa segunda-feira (29) à Polícia Federal foi de um homem de 34 anos que apresentou diploma falso de graduação em medicina na Bolívia, para tentar conseguir a carteira profissional.

No último dia 24 de novembro, o CRM-AC também denunciou à Polícia Federal o caso de uma mulher formada em medicina na Bolívia, que apresentou documento falso de revalidação ao solicitar inscrição primária na autarquia.

Desta vez, o homem apresentou solicitação de inscrição no CRM-AC em outubro deste ano. Como de praxe, o setor de registro da autarquia fez a checagem dos documentos apresentados junto à Universidade Técnica Privada Cosmos, na Bolívia, e à Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), a fim de atestar a veracidade do diploma e da apostila de revalidação, respectivamente.

Diferente do caso registrado na semana passada, a apostila de revalidação apresentada pelo homem é verdadeira, segundo informou a UEMA . Já a universidade estrangeira informou que não há emissão e registro de diploma médico expedido ao homem.

O CRM-AC também constatou que o nome do falso médico, inclusive, consta na lista do 18º ciclo do Programa Mais Médicos e que ele somente não atuou por falta de vagas. Após a denúncia feita à Polícia Federal, o diploma falso ficou apreendido na polícia e o caso também foi informado ao Conselho Federal de Medicina.

Deixe uma resposta