200617-policia-assassinato-cleriston

Homem é assassinado a tiros no Benfica

Dos três disparos, dois acertaram Hudson Valera

O ex-presidiário Hudson Valera da Silva, 32, que, segundo a mãe, “tinha problemas mentais”, foi morto com dois tiros na manhã desta terça-feira (20), com dois tiros: um no abdome e um no pescoço.

O crime aconteceu no Ramal Alberto Barros, região do antigo Seringal Benfica, no 2º Distrito de Rio Branco. Os policiais apuraram que ele teria sido morto por um vizinho, já que o corpo foi encontrado em frente à casa do acusado.

Testemunhas dizem que foram dados três disparos. O dono da casa desapareceu. Os policiais fizeram revista na casa onde funcionava uma “boca de fumo”. Foram feitas diversas buscas na região, mas não encontraram o acusado.

A Polícia Técnica esteve no local. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*