thumb pudorpreso

Homem é preso no Santa Inês por atos obscenos

Chegada da polícia evitou que acusado fosse linchado

José Barroso do Santos, 29, foi preso, na noite de sábado, 23, por policias do 2º Batalhão da Polícia Militar, acusado de atentado violento ao pudor.  O fato aconteceu no bairro Santa Inês.

De acordo com a polícia, o acusado, aproveitando a ausência de sua esposa, assistia a um filme pornô e fazia atos obscenos com janelas e porta aberta de sua casa, para que toda vizinhança presenciasse.

Quando a polícia chegou ao local, o acusado estava trancado dentro de um quarto, já que populares ameaçavam invadir sua casa para linchá-lo. Na delegacia, Barros negou as acusações e afirmou ser evangélico.

Deixe uma resposta