18-06-21 iapen-resolve-problema-de-iluminação-externa

Após denúncia do MPAC, presídios do Acre voltam a ter iluminação

Presídios estavam sem iluminação externa desde 2020

Os presídios Francisco de Oliveira Conde e Antônio Amaro estavam sem iluminação externa desde 2020, o que facilitaria possíveis fugas, o assunto foi notícia feita pelos policiais penais ao Ministério Público do Acre (MPAC).

O promotor de justiça, Tales Tranin, instaurou a notícia de fato e noticiou ao Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) para que se tomasse uma providência em relação a esse assunto. Após uma vistoria foi constatado que o Iapen conseguiu resolver esse problema.

“Em dezembro do ano passado o MPAC instaurou a notícia de fato, tendo em vista a denúncia que os presídios estavam a escuras, após uma inspeção noturna nesta quinta-feira (17), foi constatado que a problemática foi sanada”, declarou o promotor de justiça.

A escuridão era uma reclamação dos próprios policiais porque eles poderiam sofrer alguma emboscada se houvesse fuga.

Deixe uma resposta