thum acabaassalto

Imagens revelam ação dos assaltantes na casa lotérica

Roubo aconteceu quinta-feira da semana passada

A tentativa de assalto a casa lotérica no centro de Rio Branco, na última quinta-feira, paralisou o centro da cidade e rendeu setes horas de desespero para 25 pessoas que ficaram como reféns de dois bandidos. Do lado de fora, as equipes de reportagem mostraram toda a ação da policia em tentar liberar os reféns e prender a dupla. Mas, o que aconteceu dentro da casa lotérica durante essas sete horas? As câmeras internas conseguiram captar parte da ação dos bandidos, e os registros não foram maiores porque em determinado momento eles desligam o equipamento. No entanto, conseguimos editar um material rico em detalhes que mostra a ação de Antônio da Silva Feitosa e de Moisés do Nascimento Santos (armado).

As câmeras mostram a chegada dos assaltantes, pegando o dinheiro e a frustração na hora da saída quando dão de cara com policiais e voltam para agência, onde vão usar 25 pessoas, entre clientes e funcionários, como moeda de negociação numa tentativa de fuga que não acontece.

As imagens que agora estão com a policia civil mostram momentos tensos e os disparos efetuados por Moisés contra os policiais. Mostra o sofrimento de um dos reféns, Marcelo Brito, que vai ficar na porta, usado como escudo do bandido enquanto ele negocia com a PM. O bandido segura a vítima pelo cabelo e por várias vezes fica de joelho com a pistola 380 apontada para a cabeça.

Observando detalhadamente as imagens, se notará o refém Marcelo sendo espancado, o bandido Moisés atirando dentro da agência e até pedindo água para beber.

Acompanhe apenas alguns minutos, das sete horas de desespero por que passaram 25 pessoas:

{youtube}DuOmDIR1WVI{/youtube}

Imagens revelam ação dos assaltantes na casa lotérica

Roubo aconteceu quinta-feira da semana passada

A tentativa de assalto a casa lotérica no centro de Rio Branco, na última quinta-feira, paralisou o centro da cidade e rendeu setes horas de desespero para 25 pessoas que ficaram como reféns de dois bandidos. Do lado de fora, as equipes de reportagem mostraram toda a ação da policia em tentar liberar os reféns e prender a dupla. Mas, o que aconteceu dentro da casa lotérica durante essas sete horas? As câmeras internas conseguiram captar parte da ação dos bandidos, e os registros não foram maiores porque em determinado momento eles desligam o equipamento. No entanto, conseguimos editar um material rico em detalhes que mostra a ação de Antônio da Silva Feitosa e de Moisés do Nascimento Santos (armado).

As câmeras mostram a chegada dos assaltantes, pegando o dinheiro e a frustração na hora da saída quando dão de cara com policiais e voltam para agência, onde vão usar 25 pessoas, entre clientes e funcionários, como moeda de negociação numa tentativa de fuga que não acontece.

As imagens que agora estão com a policia civil mostram momentos tensos e os disparos efetuados por Moisés contra os policiais. Mostra o sofrimento de um dos reféns, Marcelo Brito, que vai ficar na porta, usado como escudo do bandido enquanto ele negocia com a PM. O bandido segura a vítima pelo cabelo e por várias vezes fica de joelho com a pistola 380 apontada para a cabeça.

Observando detalhadamente as imagens, se notará o refém Marcelo sendo espancado, o bandido Moisés atirando dentro da agência e até pedindo água para beber.

Acompanhe apenas alguns minutos, das sete horas de desespero por que passaram 25 pessoas:

Deixe uma resposta