270417-policia-corregedorpm-cleriston

“Isso não representa a atitude da PM do Acre”

Comando assegura processo administrativo e criminal

O comandante em exercício da Polícia Militar do Acre, Ricardo Brandão dos Santos, assegurou que os três policiais envolvidos no caso de agressão no residencial Angico, no bairro São Francisco. “Esse é um fato isolado e não representa a atitude da Polícia Militar do Acre, nem a postura de seus profissionais”, afirmou.

Dos Santos também responde interinamente pela Corregedoria da PM do Acre. Ele informou que os três policiais envolvidos se apresentaram ontem mesmo ao Comando da PM, conforme relatou o site AGazeta.Net.

Foram presos no Quartel Geral da PM. Segundo o corregedor, eles vão responder administrativamente e criminalmente, por meio de um Inquérito Policial Militar.

A defesa do corregedor se fundamenta em números relacionados às ocorrências geradas no departamento de controle da atividade policial. De acordo com o comandante em exercício, em 2016, foram feitas 500.558 abordagens (tecnicamente, são denominadas de “eventos”). Entre essas abordagens policiais, 318 geraram processo na Corregedoria. “Isso mostra o profissionalismo da PM”, defende.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*