1109-cotidiano-fabiofabricio

Jovem é resgatada de prostíbulo da Bolívia pela PF

Fábio: “contexto de prostituição, pobreza e drogas”

A Polícia Federal resgata uma jovem acriana que foi traficada de Rio Branco para a Bolívia e Peru para trabalhar em prostíbulos. Hoje, a moça tem 19 anos e volta para casa após quase três anos na Bolívia.

A rota do tráfico de pessoas que relaciona miséria, prostituição e tráfico de drogas já é investigada pela PF, pela Polícia Civil e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social.

O bairro Taquari, em Rio Branco, é uma das referências para recolhimento das adolescentes no Acre. A cidade de Puerto Maldonado e Cochabamba são as que mais utilizam a rota acriana.

“A pessoa não vai para lá por conta própria e fica lá e volta para cá a hora que quer”, frisa o diretor de Proteção Especial da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Fábio Fabrício. “Há um contexto que envolve drogas, pobreza e prostituição e isso complica a situação dessas jovens”.

O disk 100 é o número que o cidadão pode ligar para denunciar anonimamente o tráfico de pessoas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*