250917-policia-professoreducacaofisica-cedida

Latrocínio ou homofobia: hipóteses para assassinato

Mais de 30 perfurações de arma branca

Equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa trabalha com duas hipóteses para o assassinato do professor de Educação Física Elioney Linhares: latrocínio (roubo com resultado morte) ou homofobia (assassinato pelo fato de a vítima ser homossexual).

O corpo do professor foi encontrado no último em uma cova rasa no Km 1 da Estrada do Quixadá. Havia mais de 30 perfurações de arma branca no corpo do educador, de acordo com os peritos da Polícia Técnica.

O professor estava desaparecido desde a última quinta-feira. A família não estranhou muito porque o professor era acostumado a ficar até dois dias sem voltar para casa, mas sempre fazia contato via redes sociais ou por telefone. Mas, no último fim de semana o desfecho foi diferente e trágico. Ninguém ainda foi preso.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*