160117-policia-jovem-morta-rioacre 410 305

Liminar garante pensão a filho de jovem morta em acidente aquático

Acidente que vitimou Bruna aconteceu em janeiro deste ano

O menor, filho de Bárbara Bruna, morta em acidente entre uma lancha e um Jet Ski no Rio Acre, em janeiro deste ano, deverá receber uma pensão mensal no valor de 2/3 do salário mínimo vigente.

A decisão liminar emitida pelo Juízo da 1ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco concedeu parcialmente a antecipação de tutela solicitada pela mãe da jovem falecida e pelo menor, filho da vítima, determinando que o condutor da lancha e o proprietário do veículo aquático pessoal, realizem o pagamento da pensão à criança.

Conforme expressou a juíza de Direito Zenice Cardozo na decisão, publicada no Diário da Justiça Eletrônico, mesmo ainda não existindo comprovações indicando de quem foi a responsabilidade pelo acidente, a criança perdeu a mãe tendo sofrido dano, portanto, há necessidade de pensão alimentícia.

Como o mérito do processo ainda será julgado, a antecipação de tutela poderá ou não ser confirmada.

Entenda o caso

Na noite do dia 15 de janeiro um acidente envolvendo um Jet Ski e uma lancha no rio Acre, próximo ao Calçadão da Gameleira, acabou vitimando a jovem Bárbara Bruna, 23 anos.

Segundo informações de testemunhas, a lancha que atingiu o Jet Ski em que Bárbara estava, vinha fazendo manobras perigosas, além de estar em alta velocidade. Ao ser atropelada, a vítima foi socorrida pelas pessoas que se encontravam na referida lancha e levada à marina – local onde se guarda os barcos – para aguardar a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que, chegando ao local, prestou os primeiros socorros, mas devido aos graves ferimentos, Bárbara não resistiu e veio a óbito.

De acordo com os paramédicos, a vítima teve traumatismo crânio encefálico (com perda de massa encefálica), fratura em uma das pernas e fratura exposta na tíbia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*