thumb receita

Mais de 9 mil materiais cirúrgicos são apreendidos

Produtos seriam transportados para São Paulo

Mais de 9 mil materiais médicos ilegais, usados para cirurgias, foram apreendidos pela Receita Federal e Polícia Federal na cidade de Assis Brasil, no interior do Acre. A cidade também faz fronteira com o Peru. Os materiais, sem nota fiscal, foram apreendidos na agência dos Correios e seriam transportados para a cidade de Bauru, São Paulo. 

As agulhas e fios estavam em malotes e são usados, geralmente, em final de procedimentos cirúrgicos. Segundo a Receita Federal, os produtos seriam do Peru e o valor estimado chega a R$ 41 mil.

O caso ocorreu na segunda-feira (30), mas foi divulgado pelos órgãos apenas nesta quinta-feira (3), após o término dos procedimentos para a prisão do acusado. A pessoa responsável pelos materiais é brasileira, mas o nome não foi revelado.

Segundo o inspetor chefe da Receita Federal de Assis Brasil, Anderson Luiz, o acusado disse estar cumprindo ordens para enviar os malotes até São Paulo e que não era responsável pela material. A prisão foi feita em flagrante.

“Nossa intenção é fazer mais operações para acabar com o contrabando. Queremos agir também nas estradas, pois muitas pessoas vão ao país vizinho para adquirirem alta quantidade de materiais para depois revenderem para outros estados, no Brasil”, disse Anderson Luiz.

Os materiais cirúrgicos serão enviados à destruição.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*