Médico é denunciado por fraudar revalidação de diploma

Após análise, setor de registro do CRM-AC descobriu a fraude no documento

O Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) denunciou à Polícia Federal um homem formado no exterior que forjou aprovação no Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida) para tentar obter registro profissional na autarquia.

Com um documento falso, o homem deu entrada no procedimento para inscrição primária no CRM-AC, alegando ser formado em faculdade da Bolívia e que tinha revalidado o diploma pela Universidade Federal do Ceará (UFC). A fraude foi descoberta pela equipe do setor de registro do CRM-AC, após a análise da documentação.

Apesar da faculdade da Bolívia ter confirmado que emitiu regularmente o diploma do profissional, ao verificar junto à UFC, o CRM-AC foi informado de que os dados apresentados pelo homem não constavam nos livros de registro da pró-reitora de graduação da instituição. Logo, o diploma dele não foi revalidado por aquela universidade.

Considerando que há indícios de delitos contra o Conselho Regional de Medicina do Acre, um comunicado foi encaminhado à Polícia Federal com as devidas informações a fim de que sejam tomadas as devidas providências.

Deixe uma resposta