thumb PRFnatal

Mortes e apreensões de entorpecentes marcaram feriadão prolongado

PRF faz balanço da vilência nas estradas federais que cortam o Acre

Na principal rodovia que corta o estado, a BR-364, pouco movimento de veículos foi registrado. Durante o feriadão, a polícia rodoviária federal registrou um acidente com morte nas proximidades da divisa entre os estados do Acre e Rondônia.

Um ciclista, possivelmente embriagado, foi atingido por uma carreta. O homem que não teve o nome divulgado teve a cabeça esmagada com o forte impacto.

Na última quinta-feira, 17, duas pessoas morreram após colisão entre camionetes no município de Tarauacá. Outras vítimas foram encaminhadas ao hospital de Cruzeiro do Sul.

Desde o início da operação Semana Santa/Tiradentes, a PRF já registrou cinco acidentes. De acordo com o inspetor Henzio Albuquerque, os patrulheiros também fizeram a apreensão de quase 30 quilos de entorpecentes.

“Quase dez quilos de cocaína trazidos por uma peruana no entrocamento de Xapuri e no posto de Rio Branco, um caminhoneiro estava trazendo 20 quilos de maconha”, enfatizou.

O inspetor ainda pediu atenção dos motoristas que estão retornando para casa. “As estatísticas mostram que a maioria dos acidentes acontece no deslocamento ou de ida ou de retorno. Então, voltar com cautela para não se envolver com acidente”, argumentou.

Já em relação aos trechos alagados em Rondônia, a PRF não indica viagem para veículos menores. Além de pontos submersos, muitos atoleiros se formaram por causa da lama deixada pela vazante do rio Madeira.

Deixe uma resposta