Operação Acalento cumpre 19 mandados de prisões e internações

Crime de estupro de vulnerável é o mais comum contra crianças e adolescentes

A Operação Acalento, que tem o objetivo de coibir crimes que vitimizam crianças e adolescentes, se encerra nesta sexta-feira (16). Foram 30 dias de operação nacional e no Acre, de acordo com a delegada de Polícia Civil, Juliana de Angelis, foram cumpridos 19 mandados de prisões e internações de adolescentes infratores.

“Todas as delegacias do interior participam dessa operação nacional. O departamento de capital e interior é que fica responsável por fazer essa reunião de informações”, disse a delegada.

De acordo com a delegada os mandados de busca, apreensão, procedimentos instaurados, remetidos e as diligências realizadas ainda estão sendo contabilizados para serem apresentados a sociedade. No entanto, é possível saber quais são os crimes mais cometidos.

“Infelizmente o que mais acontece são crimes contra a dignidade sexual, a maioria são estupros de vulnerável, atos libidinosos contra crianças e adolescentes menos de 14 anos”, relatou à delegada.

Para denunciar qualquer situação onde uma criança ou adolescente tem seus direitos violados basta ligar para o disque 100, um canal anônimo, ou pelo 181 o canal de atendimento do Ciosp. “Comunique, traga o fato para que possamos apurar e tirar essa criança ou adolescente da situação de risco”, concluiu de Angelis.

Informações de Aline Rocha para TV Gazeta.

Foto: TV Gazeta.

Deixe uma resposta