250419-policia-operacaoarquimedes

Operação Arquimedes é deflagrada nesta quinta-feira (25)

Objetivo é desarticular esquemas de extração ilegal de madeira

A operação Arquimedes, desencadeada pela Polícia Federal, com o apoio do Ministério Público Federal, foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (25). Os trabalhos são realizados, de forma simultânea, em oito estados e no Distrito Federal.

O foco das ações é desarticular esquemas de corrupção que envolve a extração ilegal de madeira. As ações ocorrem no Amazonas, Acre, Paraná, Mato Grosso, Minas Gerais, Rondônia, Roraima, São Paulo e Distrito Federal.

Foram expedidos 23 mandados de prisão preventiva, 6 de temporária e 109 de busca e apreensão. Também foi autorizado o bloqueio de 50 milhões de reais das empresas investigadas, além de terem sido tomadas outras 18 medidas cautelares.

O ex-superintendente do IBAMA no Amazonas é um dos presos pela polícia. Também são investigados servidores, engenheiros florestais e madeireiros que de alguma forma, possam estar envolvidos no esquema de corrupção.

Em Dezembro, de 2017, essa mesma operação chegou a apreender, aproximadamente, 8 mil metros cúbicos de madeira em tora, em um porto de Manaus. O material, com toda a documentação irregular, estava armazenado em 400 contêineres. Nessa nova etapa, os envolvidos poderão responder por seis crimes. Entre eles, corrupção ativa e passiva, extração e comércio ilegal de madeira e falsidade ideológica e documental.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*