Operação Conjunta das Forças de Segurança realiza maior apreensão de armas de fogo no Alto Acre

As armas encontradas foram identificadas em homicídios e roubo de veículos

A Operação Horus, do Governo Federal juntamente com forças nacionais brasileiras e bolivianas, realizou a maior apreensão de armas de fogo no Alto Acre. Na terça-feira (06), foram apreendidas  três submetralhadoras e um revólver na zona rural de Epitaciolândia. Já nesta quarta-feira (07), foram apreendidas mais duas submetralhadoras, um revólver, um fuzil,  sete pistolas, quatro carregadores de metralhadora e um carregador para pistola.

 “É um quantitativo considerável de armas, todas novas e funcionais, de dois calibres. “Tivemos uma ação exitosa, que com certeza vai trazer um pouco mais de paz para a regional e para todo o Acre”, explica o delegado da Polícia Civil, Rêmulo Diniz. As armas encontradas foram identificadas em homicídios, roubo de veículos. Vítimas dos crimes alegavam que os criminosos estavam com armas longas, tipo fuzil, metralhadora.

A ação é resultado da integração entre o Grupo Especial da Fronteira (Gefron), Polícia Civil de Epitaciolândia, monitoramento da Polícia Penal, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e o Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva da Polícia Militar (Giro/AC), que além de apreenderem um verdadeiro arsenal de guerra, prenderam 6 pessoas, que foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil de Epitaciolândia.

Força Nacional Brasileira

Para reforçar a fronteira Brasil/Bolívia, no dia 19 de dezembro deste ano, será colocado um posto de policiamento da Força Nacional brasileira no lado boliviano, no Departamento de Pando – Cobija. O posto terá o objetivo de neutralizar a passagem de carros roubados, além de reforçar o policiamento na região fronteiriça. No local, terá 56 policiais de prontidão para atender a região, que nos últimos meses tem registrado um aumento no número de violência.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*