Banner-afogamentocriancas3

Pais de meninas afogadas podem ser responsabilizados

Dono do bar que tinha piscina também pode responder

As duas meninas que se afogaram numa piscina no último domingo faleceram na madrugada dessa quarta-feira no UTI do Hospital da Criança.

Os corpos foram liberados pelo Instituto Médico legal por volta das 10hs. Os familiares que estavam no IML não quiseram falar. Kerolayne da Silva Braga, de 4 anos, e Yasmin Vitória Queiroz de 6, faleceram às 3:hs.

As duas estavam na UTI desde domingo à tarde quando se afogaram numa piscina no bairro Belo jardim. De acordo com informações da polícia, os pais das crianças estavam ingerindo bebida alcoólica quando souberam que as filhas estavam afogadas.

Agora a Polícia Civil vai abrir um inquérito para saber como tudo aconteceu e quem são os responsáveis. Os pais serão os primeiros a serem ouvidos, e podem ser responsabilizados criminalmente.

As duas crianças eram vizinhas e foram passar um dia de lazer num bar que fica no ramal da Judia. A polícia vai apurar ainda se as duas meninas foram jogadas na água, e porque não havia adultos no local. O proprietário do estabelecimento também pode responder pelas mortes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*