041216-policia-paraquedista-cedida

Paraquedista morre em salto na Bolívia

Ao fundo, de azul, Weimar se preparava para último salto

O empresário Weimar Becerra Ferreira, 56, era acriano, mas tinha também nacionalidade boliviana. Morava na cidade de Cobija onde constituiu família. Ao saltar de paraquedas, no último sábado, morreu.

Aparentemente, houve uma pane no equipamento e ele caiu com velocidade acima do normal durante aterrissagem. Não se sabe ao certo o que causou a descida de Weimar daquela forma. A família acredita que ela tenho tido um “mal súbito”, problema já recorrente na saúde do empresário. A colisão ocorreu em cima de um galpão. Ele ainda chegou a ser socorrido. Ele estava consciente. Mas, não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco.

A apresentação de paraquedismo fazia parte das comemorações do Dia Nacional da Força Aérea Boliviana. Weimar Becerra Ferrera tinha sete filhos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*