Banner PMBOPE

PM vai investigar as pessoas que compram produtos roubados

Em reunião, corporação definiu ação de combate aos receptores

A Policia Militar reuniu os comandantes de todos os quartéis de Rio Branco e do interior do Estado para avaliar as ações e  discutir as estratégias para 2014.

A PM nunca enfrentou uma série tão alta de furtos e arrombamentos, principalmente na Capital. Para combater esses crimes, a polícia quer voltar com um velho programa Polícia Comunitária, que foi retirado há quatro anos por falta de recursos. O projeto é aproximar a polícia da comunidade, fazer com que vizinhos se conheçam, comuniquem-se, e façam a auto proteção das residências, assim todos vão acionar a polícia quando notar algo diferente na rua.

O comandante da Policia Militar, coronel Anastácio, confirmou que o policiamento será intensificado para identificar e prender os grupos que praticam furtos, arrombamentos e os assaltos.

A cidade foi mapeada e, em alguns locais, a polícia fará uma investigação mais rigorosa. Para reduzir, principalmente, os arrombamentos, a PM vai começar a atuar com os receptadores de produtos roubados.

A intensificação dos furtos acontece por que existe uma camada da população que compra os produtos. A receptação prevê reclusão de 1  a 4 anos e multa. “Essas pessoas sabem que estão abastecendo o mundo do crime, por isso devem se conscientizar que estão ajudando a violência. Peço a todos: não comprem nada se não souber a origem”, concluiu.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*