050717-policia-escolapolicia-tvgazeta

Polícia Civil investiga desvio de recursos no Bujari

Dinheiro deveria ter sido usado para construção de escola

A Polícia Civil realizou o cumprimento de mandados de busca e apreensão de documentos que podem apontar para desvios de recursos no Bujari. A denúncia que motivou a investigação informa que uma escola deveria ter sido construída no Projeto de Assentamento Valterasso. O projeto previa que o término da obra aconteceria este ano e deveria dar condições de estudo a 50 alunos.

Os policiais fizeram buscas em uma escola pública onde poderiam estar documentos que comprovassem convênios entre o município, o Governo do Estado e Governo Federal, mas não encontraram.

Acompanhados do prefeito Romualdo Araújo (PCdoB), os policiais fizeram as buscas da documentação na sede da prefeitura. “Se esses documentos ainda existirem, as portas da prefeitura estão abertas para a atuação da polícia”, disse o prefeito, que prometeu terminar a obra da segunda escola no projeto de assentamento.

Caso sejam comprovados os desvios, podem responder criminalmente os ex-prefeitos Raimundo Celso Camelo (o “Celso da Codorna”), do PRB; Antônio Raimundo de Brito Ramos, o “Tonheiro” (PT) e Adair dos Santos Oliveira (PT).

Quem conduzia as equipes de investigadores era o delegado Pedro Resende, do Bujari.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*