100619-policia-investigaçao-explosao 410 305 1

Polícia Civil ouve testemunhas de explosão no Juruá

Embarcação foi abastecida com 5 mil litros de combustível

As testemunhas da explosão a uma embarcação, ocorrida na ultima sexta-feira (7), começaram a ser ouvidas pelo delegado de Polícia Civil, Lindomar Ventura.

“A gente tem ouvido pessoas, ouvido testemunhas e vítimas, a gente analisa com um esclarecimento de apontar a causa dessa explosão, os depoimentos vêm em consonância, ou seja, o que um fala, o outro acaba confirmando”, comentou o delegado.

Até o momento 12 pessoas foram ouvidas. Entre elas, o homem que teria ajudado a fazer o carregamento dentro da embarcação, “ele confirmou que já havia enchido as 5 caixas, ou seja, havia na embarcação 5 mil litros de gasolina e antes de fechar a ultima caixa, ele percebeu uma faísca, um clarão vindo da popa da embarcação e em seguida a explosão. Segundo ele muita gente foi lançada na água e ele conseguiu ir para margem do rio. Ele teve pouca queimadura.”

O delegado disse ainda, que antes da explosão algumas pessoas teriam questionado o procedimento. “Sabemos que houve ali um questionamento se iria realmente levar a gasolina junto com passageiros, então houve ali um movimento de retirada de passageiros, mas o que a gente soube é que acabaram retornando para o barco e na sequencia cruzaram o rio para fazer o carregamento da gasolina.”

Por não haver um controle de passageiros e tripulantes na embarcação, o delegado disse que não se pode precisar a quantidade de pessoas que estavam no local no momento da explosão. A polícia trabalha com o número de pessoas que deram entrada no hospital.

O motorista do caminhão que realizou o abastecimento deve ser ouvido amanhã, assim como outras pessoas que fazem parte da distribuidora. “Nós temos que ter essa visão de toda a cadeia desse tipo de material perigoso, desde a distribuição, até a embarcação.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*