17-09-2020 policia-civil-prende-empresário-por-crime-tributário

Polícia Civil prende empresário por crime tributário

Empresário causou prejuízo de R$ 2 milhões ao Estado

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada no Combate a Corrupção (Decor) em parceria com a Secretaria da Fazenda Estadual (Sefaz), prendeu em flagrante um empresário do ramo de comercialização de frios, nesta quinta-feira (17). Após investigações a Decor identificou irregularidade em uma carga com nota fiscal (NF) com valor de R$ 130 mil, a NF foi expedida por uma empresa Microempreendedor Individual (MEI), que não pode ultrapassar o teto máximo de compra de R$ 80 mil.

A Decor começou a monitorar carga irregular e foi constatado que o endereço da empresa não existia. A investigação apontou também que, o empresário já praticava sonegação de impostos usando várias empresas MEI em nome de terceiros.

O levantamento da auditoria verificou que a movimentação de compras realizadas pelo acusado ultrapassa a cifra de R$ 17 milhões e que ele chegou a dar prejuízos financeiros ao Estado de R$ 2 milhões.

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Pedro Resende, o acusado será indiciado pela prática, em tese, pelo crime contra a ordem tributária, fraude a fiscalização e falsidade ideológica.

A Polícia Civil, por meio da Decor, vai manter parceria com a Sefaz no sentido de coibir crimes contra a ordem tributária. A carga de frango congelado está apreendida por ordem judicial aguardando liberação para as devidas providências.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*